Confira as principais estreias da terceira semana de agosto de 2o16:

 

Sobrefilmeestreias

 

 

Funcionário do Mês

Checco (Checco Zalone) é um homem que tem a vida que sempre desejou. Nascido em uma família rica, ele nunca sentiu falta de nada na vida e, já adulto, conseguiu um emprego como funcionário público que lhe demanda muito pouco. No entanto, cortes nos gastos do Governo fazem com que a vida de Checco seja virada de cabeça para baixo quando ele precisa decidir entre abandonar o seu sagrado emprego ou ser transferido para o Pólo Norte.

 

 

Ben-Hur

O nobre Judah Ben Hur (Jack Huston), contemporâneo de Jesus Cristo (Rodrigo Santoro), é injustamente acusado de traição e condenado à escravidão. Ele sobrevive ao tempo de servidão e descobre que foi enganado por seu próprio irmão, Messala (Toby Kebbell), partindo, então, em busca de vingança.

 

 

Esperando Acordada

Perrine (Isabelle Carré) é uma violinista amadora que ganha a vida tocando em festas de aniversário de crianças e em lares para idosos. Um dia, a caminho de um evento para o qual foi contratada, ela se perde. Ao perguntar a um desconhecido como chegar ao local, ela acidentalmente provoca um acidente e, logo em seguida, foge. No dia seguinte ela descobre que o homem está no hospital, em coma. Sem ter a menor ideia de quem ele seja, mas tomada pelo sentimento de culpa, Perrine decide fazer o que for possível para amenizar sua dor.

 

 

Mercuriales

Lisa (Ana Neborac) é uma garota da Moldávia, que se muda para a periferia de Paris em busca de novas oportunidades profissionais, embora ainda sinta saudades de seu país. A francesa Joane (Phillipine Stindel) gostaria de se tornar dançarina, mas nunca fez aulas de dança. As duas se encontram durante um emprego temporário nas sofisticadas torres empresariais Mercuriales e se tornam grandes amigas. Elas viajam juntas, saem de noite, cuidam da filha pequena de uma amiga e sonham com o futuro.

 

 

Francofonia

Pensando na relação entre arte e poder, o documentário filmado no Museu do Louvre questiona a arte pode nos ensinar sobre nós mesmo, inclusive nos momentos mais sangrentos do mundo.

 

 

Quando As Luzes se Apagam

Desde que era pequena, Rebecca tinha uma porção de medos, especialmente quando as luzes se apagavam. Ela acreditava ser perseguida pela figura de uma mulher e anos mais tarde seu irmão mais novo começa a sofrer do mesmo problema. Juntos eles descobrem que a aparição está ligada à mãe deles, Rebecca começa a investigar o caso e chega perto de conhecer a terrível verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.