26-a-bruxa-de-blair

 

O remake do clássico A Bruxa de Blair estreou na última semana. O filme conta a história de um grupo de estudantes universitários que se aventuram na floresta de Black Hills para desvendar os mistérios que cercam o desaparecimento da irmã de James, que muitos acreditam estar ligado à lenda da Bruxa de Blair. No início, o grupo está esperançoso, especialmente quando uma dupla de moradores se oferecem como guias na floresta. Mas com o cair da noite, o grupo é surpreendido por acontecimentos estranhos.

Não sei nem como começar a crítica, me faltam palavras para descrever essa trama. Pensa no pior filme que já assistiu, agora multiplica infinitas vezes e talvez chegue perto da definição.

A impressão que tive era estar assistindo um episódio grotesco de Scooby Doo, visto que o desenho tem episódios muito bons e eu diria fantásticos comparados ao filme.

Não entrarei no mérito de comparar o original com o remake, até porque nem sei se podemos chamar de remake ou de tentativa de continuação, o roteiro ficou bem confuso.

Você não vai ser assustar, não irá ver bruxa alguma, aliás você não vai conseguir ver definição de nada. Não há explicação para vários fatos importantes na história.

Por que cada personagem está em um tempo diferente?

Por que a cena do vídeo se repete em uma cena do filme?

Lane era do bem, era a bruxa, era uma ponte para atrair pessoas, afinal o que ele era?

Você vai assistir ao filme e se questionar sobre tudo e não achar resposta para nada.

Pode ser coincidência, o que acho que não, mas o som da sala do cinema estava altíssimo, talvez para criar uma sensação de adrenalina, já que o filme não dá medo nenhum,

“Ashley” você vai ter pavor desse nome depois de assistir ao longa.

 

Nota: 1 – porque a cena do cano/esgoto é até que boa. 

 

Confira o trailer:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.