A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou algumas mudanças de bastidores, após o erro na edição de 2017 do Oscar que trocou o vencedor do prêmio de Melhor Filme.

A presidente da Academia Cheryl Boone Isaacs divulgou um comunicado em que cita a responsabilidade da PwC, mas diz que continuará o contrato por conta dos longos anos de parceria. Já para 2018, a empresa precisará aumentar a supervisão do trabalho, levar um terceiro auditor que terá contato direto com o diretor da cerimônia e poderá avisar no caso de erros, e será proibido o uso de aparelhos eletrônicos, já que o auditor que entregou o envelope errado este ano estava no Twitter durante a cerimônia.

O erro aconteceu quando Warren Beaty e Faye Dunaway receberam o envelope de Melhor Atriz ao invés de Melhor Filme. Confusos com a situação, eles anunciaram que o vencedor era La La Land – Cantando Estações, no lugar do verdadeiro vencedor, Moonlight – Cantando Estações.